sexta-feira, 24 de junho de 2016

Review - Altos de Santa Teresa (Guest House)

Que o bairro de Santa Teresa localizado no Rio de Janeiro é aconchegante e não dá vontade mais de sair, isso todo mundo já sabe! E se você não sabe, está esperando o que pra conhecer este cantinho especial da Cidade?

Santa Teresa é o bairro boêmio da Cidade. Andar pelo bairro é como se você se sentisse mais artístico. Pelas ruas de paralelepípedo, com a volta do bonde e com os diversos grafites e artistas plásticos espalhados pela cidade é como se por vezes você estivesse caminhando por galerias a céu aberto.

O Bairro é um dos favoritos na Cidade e eu fui convidada para conhecer uma hospedagem mega especial.

O Altos de Santa Teresa Guest House é local perfeito se você quer estar no Bairro de Santa Teresa mas ao mesmo tempo quer que a paz e o silêncio reinem.

Imaginem um local onde você acorda com a vista do Pão de Açúcar ao fundo e que também a mesma paisagem de fundo da piscina...Imaginem um local onde tem uma hidromassagem que funciona até às 23:00 e também com esse vistão. Imaginem um local onde os gerentes são fofos e te dão altas dicas sobre a cidade. Imaginem um local onde você não quer ir embora? Ele existe, e posso dizer com toda a certeza que é o Altos de Santa Teresa Guest House.

É um cartão postal? Não, é só a vista mesmo... :D

A gente trabalha, mas a gente aproveita também ;)
O Guest House pode parecer um hotel a primeira vista mas te garanto que é bem melhor. Você se sente literalmente em casa. Na verdade, a estrutura é de uma casa e foi transformada em Guest House. A área onde é servida o café da manhã é uma sala de jantar e é uma mesa comum a todos (existem mesas na área externa também), mas é legal você ter a sensação de dividir aquele momento com outras pessoas e aproveitar para fazer novas amizades, mas deixa eu falar dos quartos primeiro e depois eu volto na parte do café da manhã :D

Os quartos

Mais da vista

Uma das áreas comuns

Coisa mais linda
Os quartos são lindos, com camas confortáveis daquelas que te abraçam e fica bem difícil de levantar pela manhã. Todos os quartos são suíte e possuem cama de casal, tv lcd, ar condicionado e a vista para um dos principais cartões postais da Cidade: O Pão de Açúcar. Gente, juro pra vocês que mesmo se você precisar acordar às 6 da manhã, você vai acordar mais disposta(o) só de olhar para aquela vista! No banheiro dos quartos você também vai encontrar ammenities da Mahogany <3 font="">

As áreas comuns também são ótimas. A piscina, a hidromassagem a sala de TV, Biblioteca...Tudo é cuidado com muito carinho pela Antonella e pelo Paulo. A Antonella faz parte do administrativo do Guest House é ela quem cuida das suas reservas e procura saber se está tudo certo com a sua estadia! Ah! Ela também pode te dar várias dicas sobre a cidade!




Voltando ao café da manhã: Gente, pensem num café da manhã que tem simplesmente um pote de doce de leite Argentino em cima da mesa, croissant, variedade de frutas, pães, bolo, ovos, leite, iogurte...Eu acho que fiquei mais de 1h tomando café da manhã ali. Me senti nas novelas do Manoel Carlos...Hahahha.


Gente, e esse doce de leite e essas geleias de gengibre e pimenta? #Gordiane




A localização do Guest House é bem acessível. Os ônibus 006, 007, 507 (que passam no Largo dos Guimarães em Santa Teresa) deixam na porta. Nem pense em subir andando, porque você vai andar muitooooo. Do Largo dos Guimarães, que é tipo o centrinho de Santa Teresa até o Guest House dá uns 10 minutos de carro e é ladeira acima. Mas você tem o ônibus que deixa em frente. Eu subi de táxi e desci de ônibus e foi bem tranquilo.

Ah!!! Uma dica. Se você chegar mais pro fim da tarde e ficar com aquela preguicinha de sair da cama, dentro do quarto tem algumas sugestões de delivery de comida brasileira, japonês e pizza. Eu pedi uma pizza em uma das sugestões que estavam ali e foi ótimo. A pizza + refrigerante deu R$54,00 e entregam de boa!

O único ponto negativo do local é o sinal de wifi que é bem fraco nos quartos, pegando somente nas áreas comuns (sala de jantar e sala de tv), mas se você está indo com o namorado(a), marido, esposa, acho que você vai ter coisas melhores pra fazer do que ficar na internet né? Hahaha

Falar em casamento, o local é usado por muitas noivas para fazerem dia da noiva ou até mesmo recepções de mini wedding. Então, se está pensando em algum lugar diferente para fazer seu evento, a Antonella pode te ajudar a realizar seu sonho. E depois você passa aqui e conta pra gente como foi!

Então, fica a minha dica para o Bairro de Santa Teresa!
Um local que tem aconchego de casa com um glamour de hotel, esse é o Altos de Santa Teresa Guest House!

Gostou da dica? Já se hospedou lá? Conta pra gente :D

Altos de Santa Teresa - Guest House
http://altosdesantateresa.com.br
Endereço: Rua Almirante Alexandrino, 3476 - Santa Teresa
Cep: 20241-266
Email:reservas@altosdesantateresa.com altosdesantateresaguesthouse@gmail.com
Tel: 55 21 2552-5824 (Segunda a Sábado, 9hs ás 18hs)
Cel: 55 21 98712-5824 (Demais horários)

terça-feira, 19 de abril de 2016

Review - Contemporâneo Hostel (Botafogo)

E continuando a saga de conhecer alguns hostels na Cidade do Rio de Janeiro (veja o primeiro post aqui) hoje eu apresento o Contemporâneo Hostel, localizado em Botafogo.

O Bairro de Botafogo
Botafogo faz parte da Zona Sul do Rio de Janeiro, mas não é aquela loucura de Copacabana e Ipanema. Um bairro mais residêncial rodeado de boas livrarias (Livraria da Travessa), Cinemas que exibem filmes fora da rota comercial - alô alô pessoal dos filmes Cult :D (Grupo Estação Net Botafogo) e bons restaurantes e barzinhos.

O Hostel

O hostel está localizado na Rua Bambina, praticamente há 1 quadra da estação de metrô de Botafogo e somente a 1 estação de metrô para Copacabana (Estação Cardeal Arco Verde).

Pra quem gosta de design e obras de arte, o Hostel é um prato cheio. Com quadros expostos por todo o hostel, você meio que se pega apreciando alguns quadros enquanto vai para os quartos. O hostel tem o que eles chamam de Galeria Wall, um espaço dedicado a interferências visuais que podem ser realizadas por hóspedes ou visitantes. Não importa de que parte do mundo você é, eles sempre tem um espaço para você e para sua arte. Quem sabe ao se hospedar por lá, você não deixa um quadro seu na Galeria? 

A estrutura do Hostel

  • O hostel possui a seguinte estrutura:
  • 06 suítes (quartos de casal com banheiro interno)
  • 57 leitos (quartos compartilhados)
  • Café da Manhã incluso na diária
  • Wi Fi gratuito em todos os quartos
  • TV a cabo em todas as suítes e áreas comuns
  • Ar condicionado em todos os quartos

Eu fiquei hospedada na suíte luxo que tinha banheiro privativo, tv lcd com tv a cabo, mesa de escritório e ar condicionado.
Eu achei o quarto ótimo e perfeito para casais viajantes que querem privacidade, mas que não abrem mão da vibe positiva de um hostel!

Nos quartos coletivos, as camas possuem tomadas e luzes individuais (amém Senhor...hahah). Também há lockers individuais para você guardar os seus pertences!

O hostel possui como diferencial um quarto adaptado para portadores de necessidades especiais de locomoção. Eu achei isso ótimo!

O hostel também pode locar o espaço para reuniões pequenas e informais. Quando eu cheguei lá percebi que já tinha participado de um evento do Travel Massive lá (coincidência?)

Foto Divulgação

Foto Divulgação

Foto Divulgação

Foto Divulgação

Minha avaliação

Eu com toda certeza indico o Contemporâneo Hostel para viajantes sozinhos ou que estão de casalzinho. 

O staff é atencioso e receptivo. Tive um probleminha na tv a cabo, mas fui prontamente atendida por uma das meninas da recepção.

O entorno do hostel é perfeito. De noite tinha batido uma fominha e me rendi aos prazeres da carne, calma...Fui comer um hamburguer gourmet ali no Hell's Burguer. Imagina que a carne era feito de metade de carne bovina misturado com bacon...#AsGordianesPiram. Eu achei ótimo, mas o preço não é baratinho. O hamburguer sem batata frita e sem bebida deu R$17,00.

O café da manhã do Hostel achei que poderia ser mais diversificado e o horário de início poderia ser mais cedo, pois pra galera que trabalha 08:00 já é hora de estar no trabalho!

Eles servem o café da manhã em bandejas individuais que vem com um pão, queijo,presunto, um pedaço de bolo e uma fruta. Suco, leite e café você se serve à vontade.

As áreas comuns do hostel são boas, sempre tem um cantinho pra você pode ficar sossegado e a noite o bar costuma funcionar, o que é bem legal pra você conhecer os outros hóspedes!


Então, na minha avaliação geral, o hostel leva nota 9.0
Então já sabe né? Vem pro Rio de Janeiro e quer sair da Muvuca Copacabana-Ipanema? Que tal se aventurar por Botafogo?


Contemporâneo Hostel
Site: http://contemporaneohostel.com.br/

Facebook: https://www.facebook.com/hostelcontemporaneo
+ 55 21 3495 1014
contato@chostel.com.br
Rua Bambina, 158 - Botafogo

Rio de Janeiro - Brasil

O Gaby Pelo Mundo se hospedou no hostel à convite, porém minha opinião sobre o local é realizada mediante as experiências (boas ou ruins) vividas no local ;)

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Review - The Mango Tree Hostel (Ipanema)

Ahhh o Rio de Janeiro. Eu moro na Cidade há mais de 27 anos (não faça as contas...hahahha) e por isso nunca precisei me hospedar na Cidade.

Mas como hoje eu dia eu tenho o Blog, Uma Empresa de Local Friend no Rio, a Rio 2Explore, e um canal no Youtube, o Episódio de Hoje, eu resolvi que precisava conhecer de perto as hospedagens do Rio. E quando eu digo de perto, é de perto mesmo. Durante todo o mês de Abril e até o momento que os hostels quiserem me receber, eu estou me hospedando por uma noite nos principais hostels da Cidade e depois eu volto aqui pra deixar a minha opinião sobre eles, porque vamos combinar? Ninguém quer cair em furada, né?

O Hostel

O Mango Tree Hostel está localizado em Ipanema, uma das praias mais famosas do Rio, principalmente pela Bossa Nova.

O Hostel é casa no estilo colonial dos anos 1930, recentemente reformada em uma área residencial bem tranquila. O Mango Tree possui 13 quartos privativos (2 quartos triplo, 2 quartos duplo, 10 quartos com suíte, todos com ar-condicionado), 30 camas em quartos coletivos e todas as facilidades que um hostel pode ter.

O espaço é bem amplo com sala de estar com tv, DVD, filmes e livros à disposição, cozinha equipada (pode ser utilizada pelos hóspedes) e wifi.

Eu fiquei em um quarto compartilhado misto com capacidade para até 6 pessoas. No quarto haviam 2 triliches (sempre tenho medo de ficar na última cama e achar que vou cair...é só eu?) e para a minha alegria tinha banheiro dentro do quarto que era dividido somente entre as pessoas que estavam naquele quarto.

Bati um papo com duas meninas Britânicas que estavam dando a volta ao mundo (invejei) e tinham apenas 23 anos (invejei mais ainda...rsrs) e elas eram super simpáticas. Elas quase caíram pra trás quando eu disse da Caipirinha da "tia" da Lapa por R$7,00...hauhauhauha #EuManjoDosParanauê

O hostel oferece toalha e roupa de cama (menos peso na mala...uhuuuul), porém se você esquecer o seu cadeado eles vendem (mas não é baratinho).

Foto Divulgação
A Mangueira no meio do jardim e que dá nome ao Hostel - The Mango Tree

Ponto negativo do quarto: Tomadas

Não existem tomadas individuais nas camas (pelo menos não no quarto que eu fiquei). Seu celular vai precisar ficar longe de você, se por acaso ficar na segunda ou terceira cama do triliche :( e ainda existem poucas tomadas no padrão novo. Eu que estava com um notebook com tomada no padrão novo e meio que me ferrei e precisei utilizar o notebook sentada no chão próximo à cama. Não é um bicho de sete cabeças, mas talvez isso seja muito importante pra você.

Na diária do Mango Tree também está incluso o café da manhã e vou te falar que é bem bom: Suco, Pães (sim, mais de um tipo de pão), geleia, manteiga, mel, cereal matinal, leite, café, achocolatado, chás, frutas, bolo e frios (queijo e presunto) achei bem completo.

A única coisa é que talvez o café é meio tarde (a partir de 08:00 da manhã), se você tem um compromisso muito cedo, vai acabar ficando sem café :/

Foto Divulgação

Foto Divulgação

Foto Divulgação


A Localização:

Perfeita. Uma quadra da Praia e Uma Quadra da Praça General Osório (que tem vários barzinhos legais) e tem estação de metrô e se você é gay, comemore: Está na esquina da Rua Farme de Amoedo, a rua mais "colorida" do Rio de Janeiro :D

Minhas Impressões Finais

O hostel é ótimo para você que quer treinar o seu inglês. Nunca vi tanto gringo por metro quadrado.

Se você está de casalzinho e quer curtir um espaço reservado, o hostel oferece suítes privativas para casal. São uma graça e foram reformadas há pouco tempo.

Eu fui muito bem recebida pela proprietária do hostel, a Ingrid (Beijos Ingrid e obrigada) e pelo staff também que me ambientou no local e entregou a minha chave.

Minha nota final pro Mango Tree Hostel? 8,5...Se não fossem as tomadas seria 9,5 e se não fosse o horário do café, seria 100.

The Mango Tree Hostel
Prudente de Moraes, 594 Ipanema Rio de Janeiro,
Phone: +55 21 2287 9255,
Fax: +55 21 2522 2293,
E-mail: bookings@mangotreehostel.com








segunda-feira, 4 de abril de 2016

Airbnb - Minha Primeira Vez...

E eu que já usei vários meios de hospedagem nessa vida (clique aqui para ler alguns reviews) inclusive CouchSurfing, ainda estava faltando um tipo de hospedagem na minha lista: O Airbnb.

Airbnb é uma plataforma de hospedagem para você que quer fugir dos preços altos dos hotéis e quer se sentir literalmente em casa nas suas próximas viagens!

Como Funciona: Você acessa o site do Airbnb, pode logar com o seu facebook (calma, ninguém vai compartilhar nada na sua timeline), escolhe um destino e pode escolher se quer uma casa ou apartamento só pra você ou se um quarto já te atende. Às vezes o host (pessoa que te hospeda) pode disponibilizar o apartamento completo ou somente um quarto!

Minha Experiência:

Eu participei de uma feira de Turismo em São Paulo em Março, a WTM (World Travel Market) e aproveitei este momento para tentar conhecer esse meio de hospedagem que eu ainda não tinha experimentado.

Eis que surge o apartamento da Bianca a poucos passos da Av. Paulista (simplesmente a Avenida mais cool de Sampa), pertinho do Metrô MASP/TRIANON e da Rua Augusta. O apartamento é enorme e comporta fácil 8 pessoas. São 3 quartos: 1 suíte com cama de casal e os outros dois quartos com 1 cama de casal e 1 cama de solteira.

A casa tem 2 banheiros, uma cozinha mara e a sala...A sala é tipo do tamanho da minha casa aqui no Rio...hahahahha :D O apartamento é bem arejado com janelas grandes e com wifi disponível em todos os cômodos.

Como o apartamento era gigante é lógico que eu não iria me hospedar lá sozinha (não, não tenho medo do bicho-papão). Aproveitei o ensejo e convoquei mais 6 blogueiras de viagem para se hospedarem comigo: São elas: A Ana Grassi do Italiana, a Carla Boechat do Fui, gostei e contei, a Paula Augot do No Mundo da Paula, a Dani Polis do Trippolis, a Ana Novais do Disney Guia e a Fernanda Scafi do Tá Indo Pra Onde.

Foi quase um BBB, mas graças a Deus ninguém foi pro paredão :D #WeRock

Mas como nós blogueiros de viagem não nos aguentamos, convidamos uma galera boa para jantar conosco e num é que foi incrível? O apartamento tinha todos os utensílios para preparar uma refeição...É lógico que talvez falte alguma coisa ou outra se você for fazer algo muito específico, mas no nosso caso deu tudo certo. O menu foi: Risoto de Limão Siciliano e Risoto de Abobrinha feito pela Ana Grassi, Antepasto de Berinjela e Pimentões feito pela Amanda Fernandes do Marola com Carambola e de sobremesa uma Palha Italiana feita pela Carla Boechat :D

Gente, minha Gordiane interior deu vários pulos de alegria...Foi lindo!

E eu não podia deixar de mencionar os nossos convidados: Fábio e Kleber, os divos do Viaja,bi!, Rafa Leick do Viagem Primata, Antonio Romulo, vulgo Tony, do Retrip, a Pamela Campos do Contos da Mochila e a Deb do Segredos de Londres.


Foi um dos melhores jantares ever e ano que vem já queremos repetir a dose. Amo vcs insanos!

Blogueiros Insanos

Shhhh....Olha o barulho...Já passou das 22h :D

Porque a gente brilhava naquela portaria...hahahah

Sobre a Anfitriã

A Bianca se mostrou super solícita desde o primeiro contato via mensagem pelo Airbnb. Respondeu todas as minhas dúvidas e estava sempre pronta a ajudar. Não conseguimos conhecê-la pessoalmente, mas sei que haverão outras oportunidades.

A Bia deixa instruções sobre o funcionamento da casa, senha do wifi e outras dicas da redondeza em um papel sobre a mesa. Leia com atenção e siga as regras da casa. O horário de check in e check out é bem flexível...Como diz a minha mãe: "Nessa vida só não tem jeito para a morte".

Sobre o Apartamento:

Check-in: 18:00
Checkout: 11:00


Comodidades:
   Cozinha
   Internet
   TV
   Básico
   Xampu
   Aquecimento Central
   Máquina de Lavar
   Estacionamento Gratuito no Local
   Internet Sem Fio
   TV a Cabo
   Permitido Animais
   Ideal para Famílias e Crianças
   Acessível para Cadeira de Rodas
   Elevador no Prédio
   Interfone
   Porteiro
   Cabides
   Ferro elétrico
   Secador de Cabelo
   Espaço Pronto para Uso de Notebook








Considerações Gerais sobre o Airbnb:

- É uma ótima forma de economizar na hospedagem se você for com um grupo de amigos;
- Lembre-se que não é um hotel, então é bem provável que você precise retirar o lixo de tempo em tempo se você for ficar mais de 2 dias ou se você estiver com um grupo muito grande.
- O bacana de se hospedar em um apartamento é que você se sente como um local e fica com aquela sensação de: "eu moro aqui"...Eu adoro ter essa sensação!
- A plataforma do airbnb é super segura e você efetua o processo de pagamento todo por lá e não tem grandes surpresas
- Você pode verificar as recomendações do host e do apartamento pra saber se as fotos condizem com o ambiente e se o host foi solícito.

E pra você que está vindo para o Rio de Janeiro durante as Olimpíadas, saiba que o Airbnb é um dos parceiros do Comitê Olímpico #FicaADica

Então é isso. E você? Já teve alguma experiência com o airbnb? Conta pra gente aqui nos comentários!


Atenção: A hospedagem do Gaby Pelo Mundo e das demais blogueiras foi uma parceria com a dona do apartamento. Arcamos com os custos de manutenção do apartamento e taxa de reserva. Todas as blogueiras emitem opiniões sinceras de acordo com a experiência vivida ;)

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Mochilão Nordeste - Com emoção, por favor (passeio de Buggy)

Mas é claro que eu não poderia sair de Natal sem fazer um passeio de Buggy, né? E eu indico o passeio fortemente!!!

Eu já tinha contratado o passeio no primeiro dia (leia aqui) então não tive que me preocupar muito e mesmo se eu mudasse de ideia não teria problema, porque essas são uma das vantagens de viajar sozinha, você não tem que dar explicações ou satisfações pra ninguém. É só você e Deus :D

Como em todos os passeios anteriores, o negócio começava cedo, mas dessa vez deu pra eu tomar um café da manhã reforçado!

O carinha do Buggy chegou no horário previsto e me juntei a uma família de carioca. Como eu estava sozinha, eles foram atrás e eu fui na frente (até que gostei do conforto...mais uma vantagem de viajar solo).

O passeio tinha o seguinte roteiro:
O passeio começa com a saída do hotel, passando pela praia da Redinha (antiga vila de pescadores), Santa Rita, Genipabu (com visita as dunas e lagoa), Barra do Rio (onde é realizada a travessia de balsa), Graçandu, Pitangui (com parada para banho na lagoa, brincadeiras de caiaque e pedalinhos - opcionais), Jacumã (praia cercada por arrecifes, calma e ótima para banho - conhecida por suas dunas e lagoa) e por fim a praia de Muriú com toda sua tranquilidade como ponto final do tradicional passeio de buggy."

Dunas de Genipabu
As famosas dunas de Natal são lindas e parecem com cenários de filmes de deserto. É claro que tem gente que aproveita essa oportunidade pra trazer animais como dromedários para exploração turística :/

O nosso buggueiro teve muito cuidado durante a travessia das dunas, mas não deixou a emoção de lado. Curti muito!







Lagoa de Pitangui
Nessa parada me lembrou muito Punaú (leia mais aqui), porém com muito mais gente, tendo em visto que esse local é mais próximo do centro e consequentemente mais farofada também :/

Comi um pastel de camarão com suco de mangaba pra tapear a fome. A parada levou em torno de uns 40min.



Barra do Rio (Rio Ceará Mirim)

Neste momento todo mundo precisa descer do buggy, pois precisaríamos pegar uma balsa para atravessar pro outro lado. Eu, a família de carioca, o bugueiro e o buggy. Como forma-se uma pequena fila, sempre tem vendedores que aproveitam para ganhar um $ vendendo água e água de coco, lógico que não deixei passar a oportunidade né? Comprei água de coco por R$3,00 (ahhh que saudade do nordeste).




Dunas de Jacumã
Parada obrigatória pra quem quer se aventurar um pouquinho. Neste local tem atividades como Aerobunda (descer nas dunas tipo num prancha sentado) e tirolesa (onde vc cai na água, na lagoa de Jacumã).

Eu não podia ficar de fora dessa né? Me aventurei na Tirolesa mesmo. E foi muito legal, pena que é muito rápido :( e o preço não é dos mais baratos (R$13,00).



Praia de Muriú

A última parada do passeio foi nessa Praia de águas limpas, tranquilas e muito vento.
O ponto de parada era um restaurante de buffet livre, mas que estava fora do meu orçamento (R$50,00 restaurante de buffet livre com bebidas a parte), aí eu fiquei admirando a praia e pedi uma porção de aimpim e H2O pra não morrer de fome, e vou te falar...Era aimpim pra caramba!!!!

Quando eu voltei pro Hostel, voltei feliz e com a sensação de espírito livre e agradecida por mais um dia em que eu pude conhecer aqueles lugares!!!

Gastos do Dia
- Pastel de Camarão + Suco de Mangaba (Lagoa de Pitangui) - R$17,00
- Água de coco: R$6,00 (2 cocos)
- Passeio de Buggy: R$110,00 (por pessoa)
- Tirolesa: R$13,00
- Macaxeira + H20: R$36,00
Total do dia: R$182,00

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Hospedagens Alternativas no Rio de Janeiro

Ahhhh o Rio de Janeiro...Planejar uma viagem para a Cidade Maravilhosa pode te dar um susto na hora de verificar os preços das hospedagens ainda mais agora que o Rio tem sediado grandes eventos como Rock in Rio, Copa do Mundo e futuramente Olimpíadas.

E para ajudar os viajantes inveterados de plantão que já tiveram um mini ataque cardíaco quando se depararam com os preços do Rio de Janeiro, listo abaixo indicações de hostel e apartamentos no AirBnb de amigos meus, ou seja, melhor indicação impossível!

Cantão Vidigal Bed & Breakfast

Eu amo hostels e já me hospedei em alguns no Brasil e no mundo. Mas esse é super especial.

Localizado no Morro do Vidigal, o Cantão Hostel é administrado por uma amiga querida e minha chará a Gabi Morenna. Ela é mineiroca (mistura de mineira com carioca), se apaixonou tanto pelo Rio de Janeiro que como todo apaixonado dá um jeito de ficar com a pessoa que ama pra sempre :D

O hostel é fofo, super bem localizado (próximo da subida do Vidigal), enorme e tem uma vista de tirar o fôlego. Vira e mexe rola uma musiquinha tocada por um dos staffs e o tratamento é como todo carioca deve ser: leve, descontraído e divertido.

Ali você está próximo de tudo, próximo da praia de Ipanema e do Leblon e de uma das trilhas mais famosas no Rio de Janeiro a do Morro Dois Irmãos que tem início no alto do Morro do Vidigal.

“Mas Gaby, se hospedar numa comunidade (favela) não é perigoso?”

Claro que não. A comunidade é pacificada e possui policiamento contínuo.


Eu Tenho certeza que você vai querer se hospedar lá depois que der uma olhada nas fotos!!!!

E ahhh!!! Se você for ficar lá, procure a minha chará Gabi e fale que a Gaby Pelo Mundo mandou um super abraço pra ela <3 o:p="">

Para conhecer mais do Cantão e solicitar a sua reserva:

Facebook: Clique Aqui!






Casa dos Relógios – Hostel

Mais um hostel na comunidade e dessa vez no Morro Santa Marta em Botafogo, a primeira comunidade que recebeu o projeto de UPP (Unidade de Polícia Pacificadora). A Casa dos Relógios é administrada pelo Gilson Fumaça, um guia de turismo especializado em guiar pela comunidade que ele nasceu e que mora até hoje.

Se hospedar na Casa dos Relógios é poder entender e viver o dia-a-dia de uma comunidade além de poder conhecer cada cantinho da comunidade com o auxílio do Gilson. Ele vai saber onde tomar a melhor cerveja, comprar o melhor hambúrguer, comer o melhor churrasquinho, fazer trilhas que te levam a um visual incrível e fazer você sair do Santa Marta com gosto de quero mais.

Se hospede na casa dos relógios e tire suas próprias conclusões de como é uma comunidade no Rio de Janeiro. Eu te garanto que alegria e animação são as primeiras impressões...E você sabe que a primeira impressão é a que fica, né?

Para conhecer mais a Casa dos Relógios, Clique Aqui!






AirBnB – Lapa

O estilo de hospedagem do tipo AirBnB tem crescido tanto que começou até a incomodar alguns hotéis.

O conceito é simples: Você aluga um apartamento ou um quarto e divide o apartamento com o próprio anfitrião. Por muitas vezes o airbnb sai  mais barato do que se hospedar em hotéis e você não precisa venderum rim para se hospedar em um lugar legal no Rio de Janeiro.

O anfitrião do apartamento da Lapa é o meu amigo Junio Saint Clair que também é mineiroca assim como a Gabi. Ele é meu amigo de turma do curso de Guia de Turismo então você também pode contratar os serviços dele para não entrar em furada na cidade.

O bairro da Lapa é ótimo pra quem adora uma vida noturna. Simplesmente os melhores bares e festinhas acontecem por lá. Tem movimento sempre. O bairro também é próximo de estações de metrô e fica próximo à zona sul (Copacabana, Ipanema e Leblon).

O Saint Clair adora esportes radicais e natureza e pode te levar para fazer trilhas bem legais pela cidade.

Conheça o apartamento do Saint Clair e entre em contato com ele:
Quarto Mobiliado com Saída Independente https://www.airbnb.com.br/rooms/8973078




AirBnb – Barra

Agora que vocês já conhecem o conceito do Airbnb eu quero apresentar a Tati Prata.

A Tati também é host e o apartamento dela é na Barra da Tijuca, pra quem quer fugir um pouco da agitação da zona sul e ficar mais perto de praias mais sossegadas como a Praia da Reserva, Prainha e Grumari.

A Tati também é blogueira de viagens como eu e escreve no Cheap Trip ela já conheceu muita coisa por aí e pode te dar ótimas dicas também.

O apartamento da Tati é esse aqui e você pode entrar em contato com ela pelo link do airbnb.

Apartamento em Frente à praia da Barra -
https://airbnb.com/rooms/4873919?s=8



segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Mochilão Nordeste - Sol, Mar e Pôr-do-Sol (Rio Grande do Norte)

E vamos dar continuidade ao roteiro do Mochilão? Ainda tem tanta coisa pra contar pra vocês, mas o meu maior inimigo (tempo) não está deixando...Mas vamos deixar as desculpas esfarrapadas de lado e vamos ao que interessa né?

Tenho recebido muuuuuitos inbox (e amo receber cada um deles) pedindo pra contar um pouco mais da experiência do Mochilão que fiz sozinha, então vamos lá!

Pra quem ainda não leu os posts anteriores, clique aqui para acompanhar o planejamento e os primeiros dias no Rio Grande do Norte, a primeira cidade que visitei no meu mochilão.

Era o meu quinto dia no Rio Grande do Norte e era um sábado e eu já estava acordando cedo todos os dias para embarcar nos passeios. E quando eu digo cedo, lê-se acordando com as galinhas...Hahaha.

Naquele sábado eu só queria mesmo saber de sombra e água fresca, se a água fosse de coco, melhor ainda :D #SouDessas

Resolvi ficar ali pela praia de Ponta Negra mesmo que era pertinho do hostel e dava pra ir andando de boa. Me encharquei de protetor solar, coloquei a canga na bolsa, uns trocados e fui linda e bela.

A Orla

Era o primeiro dia que eu estava realmente aproveitando a orla de Ponta Negra então não sabia como funcionava exatamente as coisas por ali. Bom, eu moro no Rio de Janeiro e já estou acostumada à preços exorbitantes nas areias de Copacabana e Ipanema, então meio que já fui preparada pra vender um rim :D

Mas que surpresa agradável quando eu peguei uma mesinha pequena, com uma cadeira, um guarda sol, duas águas de coco e gastei só R$12,00. Tudo bem que troquei uma ideia com o dono da barraca, disse que eu estava sozinha e tals aí ele baixou o preço da mesa com guarda-sol. O coco eu gastei R$ 3,00 cada um o que pra mim foi muuuuuuuito barato (tudo bem que vi água de coco em Natal sendo vendida por R$,100, acreditem se quiserem) mas pra quem está acostumada a ver um coco (não tão grande e não tão doce) por R$6,00 quando viu um pela metade do preço, enorme e docinho sorriu de orelha a orelha, né?

O único inconveniente de beber tanta água de coco era ter que ir pelo menos umas 4 vezes na água do mar pra fazer xixi...Água de coco é diurético, né galera. O jeito era apelar para o casal com a cara mais normal possível que estava perto de mim para tomar conta da mochila e ficar de olho lá da água. E que água sensacional aquela...Morninha, uma delícia.

Praia de Ponta Negra...Olha o tamanho desse coco gente!

Pôr do Sol

Voltei pro hostel para descansar um pouquinho, pois tinha um city tour agendado naquele dia. Não sou muito de fazer city tour não, mas eu estava com tanta preguiça de sair explorando por mim mesmo que apelei :D

O passeio foi pela Mar Azul e passava por toda a orla de Ponta Negra, passando pelas praias da Redinha, ponte nova, mercado de artesanato, aquário (que não valeu muito a pena não) e terminava com um belíssimo pôr-do-sol no Rio Pontengi. Foi lindo e revigorante.


Tava um calor lá fora, pelo menos na van estava fresquinho :D

Praia dos Artistas

O aquário que não vale a pena...hahahha. A única coisa legal é passar a mão em um tubarão lixa

É daqui que sai o passeio de barco para ver o pôr-do-sol

Rio Potengi





Ele, lindo e soberano!


Último Dia

Como era a minha última noite em Natal eu combinei com as meninas que conheci em Galinhos (Isabella e Babi, se estiverem lendo isso um beijo pra vocês) de jantarmos na pizzaria que ficava bem pertinho do Hostel. O nome é Curva do Vento e que delícia de lugar. A massa era bem fininha e o recheio sensacional. Pedimos duas pizzas + caipirinha e deu R$38,00 pra cada uma (já com os 10%). Volto fácil naquele lugar.

O atendimento, o local e a música eram muito boas.

E por quê voltar para o hostel se ainda estava cedo? Resolvi arriscar no forró mais tradicional da cidade, o Rastapé e lá fomos nós ouvir um pé de serra, com músicas que nunca ouvi falar...Hahahah. Acabou que foi divertido e ainda encontrei com uma leitora do blog que mora lá em Natal.

A noite terminou, hora de fazer as malas porque no dia seguinte eu ainda iria desfrutar mais de Natal com um casal de amigos que não via há tempos e partiria para João Pessoa...Next Stop, João Pessoa Station...Continuem acompanhando :D


Pizzaria Curva do Vento - Noite com as Meninas


Gastos do dia:
- Aluguel de mesa + 2 cocos - R$12,00
- Passeio City Tour + Passeio de Barco no Rio Potengi: R$50,00
- Açaí - R$7,00 (Copo de 300ml com granola e banana)
- Pizza Curva do Vento + Cairpirinha: R$38,00 (valor que deu para cada uma)
- Rastapé + Caipirinha: R$15,00 (Entrada do forro: R$10,00 e Caipirinha R$15,00)
Total: R$122,00

PARA LER MAIS POSTS SOBRE O MOCHILÃO, CLIQUE AQUI